27 de novembro de 2016

Pedro Martins "Na primeira parte estivemos irreconhecíveis"


"Na primeira parte estivemos irreconhecíveis, não ganhámos primeiras nem segundas bolas. Fomos passivos e o Tondela esteve bem melhor. Não fomos o Vitória que costumámos ser e que fomos na segunda parte. Demos 45 minutos de avanço num jogo que sabíamos que seria difícil."

"Na segunda parte fomos a equipa com a identidade que é a nossa e poderíamos ter feito o 2-0. Depois, em dois momentos de desconcentração deitámos tudo a perder. Ficámos aquém do resultado desejado, fruto da primeira parte"

"Vamos analisar os momentos dos golos do Tondela, mas o que se passou, acima de tudo, foi uma primeira parte muito aquém do que devemos fazer e que, de certeza, não faremos mais no campeonato. A passividade enorme na primeira parte é que ditou este resultado. Se tivéssemos a mesma atitude que mostrámos na segunda parte o resultado seria outro."

"Quando sofremos os golos estávamos numa boa fase, em busca do 2-0 com boa dinâmica. Nos primeiros quatro minutos da segunda parte fizemos mais remates do que em todos os primeiros 45 minutos. Não estamos obcecados com essas posições [Vitória seria terceiro classificado se tivesse vencido], o nosso objetivo foi anunciado no início da temporada."