28 de setembro de 2016

"Marega está rodeado de bons jogadores"

@ Vitória SC

O rendimento de Marega não é uma surpresa para Leonel Pontes, o treinador que o lançou no Marítimo, explicando que o facto de o Vitória ter bons executantes potencia o rendimento do jogador africano.

Leonel Pontes conhece tão bem Moussa Marega que não está minimamente surpreendido com o início de época que o jogador do Vitória está a protagonizar, com cinco golos noutros tantos jogos, que lhe conferem a liderança na lista de goleadores do campeonato à sexta jornada. O treinador do Debreceni, que segue em sétimo no campeonato da Hungria, trabalhou com o internacional maliano no Marítimo na época 2014/15 (saiu, curiosamente, depois de uma derrota com o Vitória, em Guimarães). “O Marega está rodeado de bons jogadores, acho que o Vitória tem excelentes executantes, e esse facto protege-o e também potencia as suas qualidades. O Marega é um jogador que precisa de algum espaço, sendo forte nos duelos individuais”, explicou Leonel Pontes.

Cedido ao Vitória pelo FC Porto, clube com o qual tem contrato até 2020, Marega não se afirmou no Dragão na segunda metade da temporada passada, uma situação que o treinador do Debreceni estranhou. “Estava à espera de que ele pudesse jogar mais no FC Porto. Mas também compreendo que foi uma mudança radical de realidade sair do Marítimo e entrar num clube grande. Acho que ele foi cedo demais para o FC Porto”,apontou o treinador, que também referiu os problemas vividos no Dragão como fator para o jogador não conseguir mostrar todo o seu potencial. “É verdade que ele não se conseguiu impor, mas também acabou por ser uma vítima da má fase do clube, uma situação que afetou os jogadores na última época”, afirmou, sem conseguir dizer se o jogador tinha ou não lugar no plantel de Nuno Espírito Santo.

Em Guimarães, Leonel Pontes considera que Marega está um jogador diferente. “Está a jogar e a ganhar maturidade, algo que ele precisa de acrescentar ao seu estilo de jogo. Há jogadores que têm dificuldade de assumir um papel num clube e, noutro, desempenham-no muito bem.”

Fonte: O Jogo