27 de setembro de 2016

Marega ao nível de Edmur e Paulinho Cascavel

@ Vitória SC
Só por duas vezes o Vitória acabou o campeonato com um jogador na liderança dos melhores marcadores: os brasileiros Edmur e Paulinho Cascavel. A continuar assim, Marega é candidato ao mesmo trono.

Com um início de época verdadeiramente explosivo, Moussa Marega convoca as atenções do campeonato com cinco golos em outros tantos jogos, rendimento que o coloca na liderança dos goleadores à sexta jornada. Num ranking muitas vezes liderado por jogadores dos três grandes (na última época, por exemplo, o benfiquista Jonas dava cartas, com sete golos apontados em período homólogo), há muito tempo que o Vitória não colocava um atleta nestas andanças. O acerto do internacional maliano abre espaço para projeções e comparações, com um nome a surgir de imediato no horizonte: Paulinho Cascavel.

Numa retrospetiva a todas as edições do campeonato português, a equipa vitoriana só por duas vezes inscreveu um jogador na lista dos melhores marcadores, curiosamente dois brasileiros. Edmur foi o rei em 1959/60, com 25 golos marcados numa altura em que o futebol era mais livre e puro – a sala de troféus do clube tem o nome do craque brasileiro, falecido em 2007–, e quase 30 anos depois, na época 1986/87, foi Paulinho Cascavel a entrar para tão distinta galeria, com 23 golos marcados. Só que no caso do último rei dos goleadores vitorianos, é preciso sublinhar um facto que pode fazer a diferença: à sexta jornada, Paulinho Cascavel tinha apenas dois golos marcados, contra os atuais cinco de Marega. Em média, o maliano tem melhores números do que os alcançados pelo brasileiro e isso é suficiente para uma projeção simpática daquilo que poderá acontecer nos próximos tempos.

Nos últimos anos, só três jogadores do Vitória se aproximaram dos seis golos de Marega à sexta jornada: Bernard (2014/15), Edgar (2011/12) e Fajardo (2007/08), todos com quatro remates certeiros. E, como se sabe, nenhum deles terminou o campeonato na liderança dos goleadores.

Fonte: O Jogo